O futebolista do Real Madrid Sergio Ramos garantiu hoje que o treinador Julen Lopetegui “tem total apoio do plantel” e considerou uma “loucura” em despedimento, após a derrota frente ao Levante, na nona jornada da Liga espanhola.

“As mudanças de treinador nunca são boas. É muito fácil falar quando as coisas não saem bem. Julen tem o apoio de todo o plantel e é preciso que todos juntos consigamos dar a volta”, disse o capitão dos ‘merengues’, reafirmando que seria uma loucura despedir o técnico, tal como já tinha dito há 15 dias, após a derrota com o Alavés.

No final do jogo de hoje no Santiago Bernabéu, que aumentou para quatro o número de jogos sem vencer para a Liga espanhola, o presidente Florentino Pérez foi ao balneário, mas Sérgio Ramos nada revelou sobre esse encontro, considerando que seria “muito indiscreto” fazê-lo.

O brasileiro Marcelo, vice-capitão dos ‘merengues’, também garantiu o apoio dos jogadores a Lopetegui: “Estamos com o ‘mister’ até à morte. Fala connosco de uma forma clara, trata-nos de uma forma impecável, parece-me injusto criticá-lo no início da temporada, como se fez com Benitez”.

O defesa internacional brasileiro, que não poupou críticas à imprensa, afirmou que os jogadores do Real Madrid estão, como sempre, preocupados e a jogar sob pressão: “Estamos sempre pressionados, gostamos disso, e quando os jogos não saem como queremos, é preciso dar a cara todos os dias. Não temos medo”.

Lucas Vázquez, titular na derrota de hoje frente ao Levante, por 2-1, também mostrou confiança no antigo técnico do FC Porto, que assumiu o comando do Real Madrid no início da temporada, depois de uma saída atribulada da seleção espanhola a dias da estreia no Mundial2018.

“Confiamos em Lopetegui desde o minuto um até ao final. Os jogadores não são ninguém para opinar sobre a continuidade do treinador, estamos com ele até à morte”, afirmou.

O Real Madrid, atual quinto classificado do campeonato, visita na próxima jornada o FC Barcelona, campeão em título.

Antes, na terça-feira, os ‘merengues’ recebem os checos do Plzen, em jogo do grupo G da Liga dos Campeões, competição na qual somam uma derrota e uma vitória.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.