Apresentado esta terça-feira oficialmente como reforço do Barcelona, Miralem Pjanic reconheceu que não foi fácil deixar a Juventus, clube que representou nas últimas quatro temporadas. "Sair da Juventus foi complicado, deixei um clube incrível", começou por admitir.

Porém, o internacional bósnio lembra que estava a precisar de um novo desafio. "Um futebolista precisa de estímulo, de crescer e de ter novos desafios. Depois de nove anos em Itália, precisava de novos objetivos e o Barcelona era o meu sonho", acabou por sublinhar durante a sua conferência de imprensa de apresentação.

Pjanic, de anos, de 30 anos, não lamenta o facto de só agora chegar ao clube catalão e fala em estar a viver o ponto mais alto da sua carreira. "Se podia ter vindo antes? No mercado acontecem casos destes. Podia ter chegado antes, mas cheguei agora. Joguei em grandes equipas e tenho muito respeito por todos os clubes que representei. A minha carreira foi boa, mas hoje é o ponto mais alto", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.