A transferência de Luís Figo do Barcelona para o Real Madrid em 2000 continua a dar que falar em Espanha sendo considerada uma das 'traições' mais mediáticas da história recente do futebol internacional.

Em declarações ao programa 'El Chiringuito', Paulo Futre recordou a polémica em torno da saída de Luís Figo do Barcelona e como Florentino Perez aproveitou-se da situação para fazer campanha nas eleições presidenciais do Real Madrid. O presidente dos 'merengues' ofereceu a Figo um salário 'cinco ou seis vezes superior' ao que o Barcelona estava disposto a pagar, e o internacional português acabou por rumar ao Estádio Santiago Bernabéu.

No entanto, a pressão mediática e as ameaças de morte à mulher e filhas deixaram Luís Figo preocupado com a segurança da sua família, o que levou o antigo jogador a querer recuar na sua vontade de rumar ao Real Madrid, revelou Paulo Futre.

"A três dias das eleições do Real Madrid [o Luís Figo] percebeu onde se tinha metido, quando a mulher e as filhas começaram a receber ameaças de morte. Aí quis recuar. Disse ao seu empresário, ao José Veiga, que já não queria ir para Madrid", começou por contar Paulo Futre, que acompanhou de perto o processo.

O antigo jogador do Atlético Madrid revelou ainda que José Veiga tinha assinado um contrato com Florentino Pérez, quando este era ainda candidato, o que obrigava o empresário português a pagar 35 milhões de euros caso a transferência de Luís Figo não se consumasse.

"Nem eu nem o Veiga acreditávamos que o Florentino fosse ganhar as eleições. Quando ganhou, o Veiga nesse dia chorou e eu fiquei muito preocupado", contou Paulo Futre.

"Ou o Figo ia para o Real Madrid ou o Veiga teria de pagar 35 milhões de euros! E ele não queria ir... O Figo estava em Cerdeña, eu e o Veiga fomos até lá, num avião privado. Ele a mulher eram um 'poema', tinha dado há pouco tempo um murro num fotógrafo porque tinha tirado uma foto da filha... Mas Figo não tinha saída, estava amarrado à cláusula. Se não fosse ia ter de pagar, ou ele ou o Veiga...", acrescentou Paulo Futre.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.