Dembélè foi excluído da lista de convocados do Barcelona para o jogo com o Betis como forma de castigo pelo seu comportamento. Este sinal de advertência pode prolongar-se até que o treinador Valverde sinta que houve uma mudança de comportamento no avançado francês, caso contrário, sairá na janela de transferências no próximo mercado de verão.

O jornal catão ’Sport' desta segunda-feira refere um episódio em que o avançado francês "esteve mais de uma hora incontatável,  justificando-se estar com uma gastroenterite", algo que o Barcelona acredita ser uma indisciplina da juventude de Dembélé.

O 'Sport' publicou outro artigo, com o título "Descobrimos as más companhias de Dembélé", referendo um caso de uma visita do médico enviado pelo Barcelona a casa de Dembélé no dia em que faltou ao treino.

"O médico enviado pelo clube a casa de Dembélé chegou rapidamente. As persianas estavam todas fechadas. Tocou à porta e a quem a abriu foi um dos amigos de Dembélé. Um dos poucos que estava acordado. E o que se encontrou numa das salas da casa de Dembélé, antes de ver o jogador, foi vários jovens a dormir quando já era praticamente meio dia", escreve o jornal, citado pelo Record.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.