Depois de seis temporadas ao serviço do FC Porto, Héctor Herrera decidiu trocar de clube e assinar pelo Atlético de Madrid até 2022.

“O conforto não é bom. E sou uma pessoa de desafios. Sabia que vir para aqui não iria ser fácil. No FC Porto tinha tudo. A minha família estava superadaptada, era capitão… Mas queria crescer, vir para esta liga. Para mais para uma equipa como o Atleti. Quero fazer coisas importantes aqui. A vida deve ser feita de sonhos. E eu persigo-os”, disse o internacional médio mexicano, em entrevista ao jornal AS.

“Convenceram-me de que podia ser importante. Queria estar num grande, num clube histórico como o Atleti e que, futebolisticamente falando - porque a minha decisão é futebolística - me fez deixar o FC Porto”, sublinhou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.