Luís Figo voltou ao passado para explicar as motivos que o levaram a trocar o Barcelona pelo Real Madrid em 2000. O antigo internacional confessou ao programa 'Universo Valdano', que vai para o ar esta sexta-feira, que nem viu o acordo assinado com Florentino Pérez, na altura, candidato às eleições no Real Madrid.

"As coisas começaram a ficar sérias até que chegou a um ponto em que eu chego a um acordo com um dos candidatos à presidência [n.d.r. do Real Madrid, Florentino Pérez]. Eu não vi esse acordo, mas o meu representante se comprometeu junto de um dos candidatos à presidência a pagar um ano de quotas a todos os sócios se eu não fosse para o Real Madrid. A responsabilidade era dele, não tinha qualquer contrato assinado com ele", revelou.

Para Figo, a sua saída do Barcelona para o Real Madrid deveu-se a falta de confiança em Joan Gaspart, que entretanto assumira a presidência dos blaugrana.

"Tive cinco anos maravilhosos no Barcelona. Desde a parte humana à parte desportiva. Nessa época [1999], o candidato às eleições do Barcelona que vai ganhar é Gaspart e eu não confio nele nem um bocadinho. Pode prometer-me a lua, mas a mim é uma pessoa que não me diz nada", garantiu.

"O que me chateia são aqueles que à frente dizem uma coisa e depois por trás escrevem o que for para agradar a outras pessoas. É uma falsidade que existe", completou

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.