O selecionador português de futebol, Fernando Santos, destacou esta quinta-feira o contributo de Cristiano Ronaldo na seleção nacional, no dia em que este conquistou a sua quinta Bola de Ouro.

 

"Parece-me de elementar justiça, sobretudo por tudo o que tem feito e pela época que teve. As palavras ficam sempre muito curtas para falar de Cristiano Ronaldo. É simplesmente o melhor. Esta definição traduz naturalmente o que todos os portugueses sentem. Manifesto o meu grande orgulho enquanto selecionador nacional por tudo o que tem feito e pelo contributo que dá ao futebol português", referiu, em declarações na página da Federação Portuguesa de Futebol.

Fernando Santos acrescentou ainda que Cristiano Ronaldo não irá parar por aqui: "Escusam de pensar que esta quinta Bola de Ouro será o seu limite. Com o Cristiano temos de esperar sempre tudo. Acredito que ele continuará a dar muitas alegrias à seleção nacional e ao seu clube, pois é um génio."

Ronaldo ganhou hoje pela quinta vez a Bola de Ouro, prémio atribuído pela revista francesa France Football ao melhor futebolista do ano, somando o quarto troféu nos últimos cinco anos.

Cristiano Ronaldo, que conquistou em 2017 a Liga dos Campeões, a liga espanhola, a Supertaça europeia e a Supertaça espanhola pelo Real Madrid, igualou os cinco troféus do argentino Lionel Messi (2009 a 2012 e 2015).

O ‘capitão’ da seleção lusa, que recebeu o troféu numa cerimónia realizada na Torre Eiffel, em Paris, já tinha arrebatado a Bola de Ouro em 2008, 2013, 2014 e 2016, nas edições intermédias num prémio entregue conjuntamente pela France Football e a FIFA.