Quique Setién não tem tido tarefa fácil nestas primeiras semanas no comando técnico do Barcelona. De acordo com o jornal Marca, desde que foi apresentado nos catalães, no passado dia 13 de janeiro, o treinador já viu seis jogadores seus lesionarem-se.

A primeira contrariedade aconteceu quando Setién ainda estava a acertar a sua mudança para a Catalunha. Luis Suárez sofreu uma lesão grave no menisco externo do joelho direito, durante o jogo da meia-final da Supertaça espanhola, contra o Atlético Madrid, e vai estar afastado durante quatro meses, o que significa que não jogará mais esta época.

Seguiram-se outras lesões durante os primeiros dias de Setién no Barça, mas nada de preocupante: Neto esteve três semanas de baixa na sequência de uma entorse, mas com Ter Stegen em perfeitas condições, a ausência do guarda-redes suplente não teve consequências. Pouco depois, uma contusão obrigou Arturo Vidal a falhar a partida frente ao Levante, da 22.ª jornada.

A segunda grande contrariedade surgiu apenas dois dias depois, com Ousmane Dembélé a lesionar-se com gravidade. O avançado sentiu dores na perna direita durante um treino, e o Barcelona comunicou que o francês vai estar fora de ação nos próximos seis meses, devido a uma lesão num tendão do bíceps femoral da perna direita.

As opções para o ataque do clube ficaram assim muito limitadas, o que levou os 'blaugrana' a pedir autorização à Federação Espanhola de Futebol e à Liga para contratar um jogador, mesmo já tendo terminado o período de transferências. O escolhido foi o dinamarquês Martin Braithwaite, que jogava no Leganés.

Mas as más notícias não ficaram por aqui. No passado dia 15 de fevereiro, Jordi Alba sofreu a terceira lesão da temporada frente ao Getafe, que o afasta do jogo frente ao Nápoles, para a Liga dos Campeões, e do clássico com o Real Madrid. Ainda não há data estimada para o regresso do lateral aos relvados.

Este domingo foi a vez de Sergi Roberto juntar-se ao boletim clínico do Barcelona. Conforme anunciado pelo próprio conjunto catalão, o lateral direito está a contas com uma lesão muscular e irá desfalcar a equipa de Quique Setién durante as próximas três a quatro semanas. Esta é uma baixa particularmente relevante para o técnico dos catalães, que já utilizou o espanhol como lateral, central, centrocampista e extremo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.