O Comité de Competição da Federação Espanhola arquivou esta quarta-feira a queixa da La Liga contra Gareth Bale, avançado do Real Madrid, devido a um gesto polémico que fez depois de marcar um golo no dérbi com o Atlético de Madrid.

Na altura, o avançado virou-se para os adeptos 'colchoneros' e fez um gesto obsceno com os braços, conhecido como "manguito" em português e apelidado de "corte de mangas" em Espanha.

Esses gestos de Bale, de acordo com uma nota da La Liga, representam uma "provocação viva ao público" e que "incitam à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância no desporto".

No entanto, o Comité de Competição da Federação não castigou o jogador galês. Apesar de, de acordo com o regulamento, "qualquer celebração ofensiva que possa gerar crispação do público uma vez que é entendida como contrária às boas práticas do desportivos pode resultar numa suspensão entre três a 12 partidas".

Depois desse gesto polémico, Gareth Bale voltou a estar nas bocas no mundo, no passado fim-de-semana. Bale foi deixado de fora da formação inicial frente ao Levante e, depois de ter convertido uma penalidade no segundo tempo, não festejou e rejeitou as tentativas dos colegas de equipa de o felicitar.

Esta quarta-feira, os ‘merengues’ recebem os catalães, na segunda-mão das meias-finais da Taça do Rei, para decidir quem vai à final, depois de um empate a um golo no jogo da primeira mão. Gareth Bale faz parte dos convocados de Solari e pode entrar em campo se o técnico assim o entender.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.