O Atlético de Madrid, com Gelson Martins no banco, continua a ‘marcar passo’ na Liga espanhola de futebol, e hoje apenas se salvou nos descontos, com um Borja Garcés a evitar a derrota com o Eibar (1-1).

Sem utilizar o extremo internacional português que rescindiu com o Sporting, o técnico argentino contou com as suas unidades mais fortes, Griezmann, Diego Costa, Lemar, Godín, mas foi inoperante.

Em três jogos os ‘colchoneros’ contavam com uma vitória em casa, e um empate e uma derrota – muito pouco para uma equipa candidata ao título -, e no regresso ao Wanda Metropolitan foram, desta vez, incapazes de somar os três pontos.

Com mais posse de bola (57%) e remates (18), o jogo do Atlético arrastou-se até aos instantes finais em cima da ‘linha de perigo’, até Einrich se antecipar a Godín na pequena área e fazer o 1-0.

O Eibar, que teve o central português Paulo Oliveira no ‘11’, tinha a instantes do final a vitória ‘no bolso’, mas o Atlético evitou males maiores, quando Borja Moreno apareceu na grande área, sozinho junto à meia lua, para restabelecer a igualdade, aos 90+3.

Com apenas quatro jornadas disputadas, o Atlético pode assim ficar já a sete pontos dos rivais FC Barcelona e Real Madrid, caso vençam nesta ronda nas visitas à Real Sociedad e Athletic Bilbau, respetivamente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.