Os árbitros espanhóis estão satisfeitos com a introdução do vídeo-arbitragem (VAR) na primeira volta da Liga Espanhola mas sublinharam que este recurso não é perfeito.

"É uma análise positiva. O Comité Técnico [de árbitros] está satisfeito com o nível de acerto demonstrado", disse, em conferência de imprensa, o presidente do Comité, Carlos Velasco.

No seu primeiro ano de utilização no Campeonato Espanhol, o VAR foi usado nos 190 jogos em 59 ocasiões, das quais corrigiu 58.

"Nós, árbitros cometemos erros, claro. O VAR não é perfeito, sempre o dissemos. O VAR não pretende eliminar os erros do futebol, apenas os erros claros e manifestos", disse Velasco Carballo.

O presidente da Comissão de Arbitragem da Federação espanhola admitiu, no entanto, que "precisamos melhorar a avaliação de certas ações de jogo graves, e continuar a trabalhar na unificação de critérios no campo de jogo e no VOR (Sala de operações de vídeo)."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.