Antoine Griezmann, avançado francês do Atlético de Madrid, deu uma entrevista ao jornal As na qual abordou as nomeações para o prémio The Best', que conta com as nomeações de Cristiano Ronaldo, Luka Modric e Salah.

"Já não podemos fazer nada. É o prémio da FIFA e é uma lástima que não haja nenhum campeão do mundo nomeado. Fizemos um grande Mundial e todo o plantel merecia esse prémio: Mbappé, Varane, Kanté, ainda que não se fale muito dele fez um Mundial estupendo, ou eu mesmo... mas é assim. Acredito que a Bola de Ouro tem mais prestígio, mais história, tenho-a na minha cabeça e há ainda três meses para dar tudo e logo se vê o que acontece", disse Griezmann, que foi questionado sobre a possibilidade de um dia ser o melhor do mundo.

"Há diferente maneiras de ver o futebol. Está claro que sou um jogador diferente de Cristiano, Messi, Neymar ou Mbappé. Estou no patamar mais alto, mas ainda posso melhorar. Eu procuro ser o mais completo possível. Não vou fazer 50 golos, ma vou procurar ajudar ofensivamente e trabalhar para a equipa".

Na última questão:"E já te podes sentar na mesma de Messi e Cristiano?", o avançado respondeu da seguinte forma: "Sim, acredito que sim. Tenho essas imagens da mesa presentes na minha cabeça e sei que desfruto muito em estar nela, mas também sei que ainda posso fazer melhor".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.