Carlo Ancelotti revelou, numa entrevista ao jornal italiano 'Il Napolista', que Gareth Bale esteve na origem da saída do Real Madrid, em maio de 2015. O agora treinador do Nápoles conta que teve uma discussão com Florentino Pérez, presidente dos 'merengues', depois de ter substituído o galês num jogo.

"Nem todos os futebolistas devem ser bonzinhos. Mas o altruísmo num grupo é um fator importante. E se há algo que me deixa louco é o egoísmo em campo, quando um jogador tem de passar a bola e não o faz. Paguei por isso na primeira pessoa", começou por contar o técnico.

"No Real Madrid, o motivo da discussão com Florentino Pérez foi uma substituição do Gareth Bale num jogo em Valência. Tinha de passar a bola ao Benzema, que marcava golo pela certa, mas em vez disso rematou. Tirei-o de campo e houve uma guerra", acrescentou.

Nessa perspectiva, Ancelotti elogiou o plantel napolitano:"O Nápoles não é uma equipa egoísta, absolutamente nada. Talvez o excesso de altruísmo num avançado seja uma limitação. Talvez. Um pouco de egoísmo também é importante, desde que não se exagere."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.