Marc Cucurella, médio do Getafe, negou este sábado ter usado qualquer tipo de linguagem racista para com Eder Militão, defesa do Real Madrid, durante o encontro que terminou com o triunfo, por 3-0, da formação madrilena.

Cucurella emitiu, na sua conta pessoal no Twitter, um comunicado em resposta às notícias veiculadas de que teria usado a palavra "mico", que em espanhol significa 'macaco', durante uma discussão com o antigo jogador do FC Porto, num momento em que os ânimos entre os dois aqueceram. Segundo Cucurella, a palavra por si proferida foi "pico", calão espanhol para 'boca'.

O jogador espanhol, de 21 anos, escreveu: "Gostava de clarificar que em altura alguma insultei ou menosprezei Militão. As minhas palavras foram 'Cala a boca'. Peço desculpa se alguém se sentiu ofendido com isso".

No mesmo comunicado, acrescentou ainda: "Estas são as únicas declarações que faço ou farei sobre esta questão."

Militao, por seu lado, ainda não fez qualquer comentário sobre o incidente, e Real Madrid também se negou, pelo menos para já, a falar sobre a questão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.