Rúben Semedo foi expulso por acumulação de amarelos no suado triunfo da noite de quarta-feira do Olympiakos sobre o OFI Creta, por 1-0. E o segundo cartão amarelo surgiu em circunstâncias pouco comuns, depois de o defesa português ter atirado ao chão um apanha-bolas.

VEJA O VÍDEO

Com o jogo perto do fim, Semedo foi buscar a bola que estava nas mãos de um apanha-bolas, mas o jovem não a quis dar, lançando-a para longe. O internacional português reagiu mal, agarrou o rapaz pelo colete e atirou-o ao chão. Os jogadores adversários confrontaram Semedo e gerou-se uma enorme confusão, com o árbitro da partida a exibir o segundo cartão amarelo - e consequente vermelho - ao português, por conduta antidesportiva.

De cabeça perdida, Rúben Semedo teve der ser acalmado pelo diretor desportivo do Olympiakos, Christian Karembeu. Já Pedro Martins, treinador da formação grega, entrou em campo para pedir explicações ao árbitro.

Mais tarde, um Rúben Semedo mais calmo veio a público pedir desculpas a todos os envolvidos na sua conta oficial no Instagram: "Peço desculpa aos companheiros e ao rapaz, pela minha má conduta. Nada justifica este ato. Parabéns à equipa por esta boa vitória", escreveu o defesa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.