O Petro de Luanda perdeu domingo no terreno do Desportivo da Huíla por 2-0 e comprometeu o objetivo de conquistar o título, que persegue há três anos, atrasando-se na luta pela liderança, em encontro da 26.ª jornada.

A quatro jornadas do fim, o 1.º de Agosto soma 57 pontos contra 51 do Petro, segundo, que tem menos um jogo. Já o desportivo da Huíla, que venceu com um ‘bis’ do camaronês Lionel, aos 29 e 90+4 minutos, é o terceiro colocado, com 43.

Nos outros jogos do dia, destaque para o Santa Rita de Cássia do Uíge, que recebeu e venceu o Progresso do Sambizanga por 2-0, dando mais um passo para evitar a descida. Miguel, aos 21 minutos, e MC, aos 48, foram os marcadores.

Nos restantes encontros, o Bravos do Maquis bateu em casa o Sagrada Esperança por 1-0, com um golo de Dabanda, aos 89 minutos, enquanto o Kabuscorp do Palanca recebeu e venceu o Sporting de Cabinda por 3-1 e a Académica do Lobito goleou por 4-0 o Cuanda Cubando FC.

O jogo entre o Interclube e Saurimo FC, previsto para sábado, foi hoje novamente adiado por ausência, desta vez, dos anfitriões no Estádio 22 de junho, em Luanda, em desafio que seria pontuável para a 26.ª jornada do ‘Girabola’ 2018/19.

A partida tinha sido adiada sábado devido à chegada tardia da equipa de Saurimo à capital do país, alegadamente por avaria da viatura em que se fazia transportar. Domingo, presentes no estádio 22 de junho, em Luanda, o Saurimo FC deparou-se com os portões fechados e sem ninguém afeto à direção do clube, nem mesmo da equipa de arbitragem.

Em declarações à Rádio 5, ligada à Rádio Nacional de Angola (RNA), o presidente do Saurimo FC, Eugénio Mascarenhas, explicou que, depois de sábado ter comunicado o atraso ao Conselho Técnico Desportivo da FAF e ao Interclube, esperava pela realização do desafio no domingo.

Segundo o regulamento da FAF, em situações do género, os intervenientes têm 72 horas para jogar, pelo que hoje ainda será tempo útil para disputar o encontro.

Sábado, o 1.º de Agosto recebeu e venceu o Recreativo do Libolo, por 1-0, e consolidou a liderança, graças a um golo apontado de grande penalidade por Ari Papel, aos 54 minutos.

No mesmo dia, o Atlético Sport Aviação (ASA) complicou as contas para a manutenção - descem à ‘Segundona’ os três últimos -, ao empatar em casa a um golo com o Recreativo do Libolo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.