Sem o brasileiro Tiago Azulão, que se transferiu para o Chipre, mas com a presença de Mabululo, detentor do troféu, a corrida para o melhor marcador do Girabola2019/20, que inicia hoje, sexta-feira, ganha novos candidatos.

Tiago Azulão, que ao serviço do Petro de Luanda sagrou-se melhor marcador em duas ocasiões 2016 (16 golos) e 2018 (21), manteve a pressão no campeonato passado até a última jornada, ficando a um golo de Mabululo (1.º de Agosto), vencedor com 14 remates certeiros.

Sempre com atletas dos dois clubes mais titulados do país, o Petro com 15 e 1.º de Agosto com 13, a 42.ª edição da prova conta com outros potenciais concorrentes à bota de ouro tais como o queniano Jacques Tuyinsenge, Yano e Dolly Menga (Petro), Leonel Yombi (1.º de Agosto), Frederick Boateng (Desportivo da Huila) e Chico (Bravos do Maquis).

Carlos Alves, do 1.º de Agosto, continua a ser o maior goleador de todos os tempos com 29 golos. O último atleta que esteve muito próximo deste feito foi Gelson Dala, também ao serviço dos "militares" na época 2016. Rubricou 23 golos.

O primeiro goleador da prova foi João Machado, com 18 golos, ao serviço dos Diabos Verdes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.