O treinador espanhol do Petro de Luanda, Tony Cosano, cujo contrato era até o final da época passada, vai continuar ao serviço da equipa principal de futebol por mais uma temporada, confirmou hoje o presidente do clube, Tomás Faria.

O dirigente falava em conferência de imprensa para o balanço da temporada futebolística, em que a equipa não conquistou nenhum troféu.

Tomás Faria garantiu a continuidade do técnico atendendo aos objetivos preconizados para a temporada seguinte, durante a qual almejam vencer o Girabola e a Taça de Angola, assim como atingir a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

“Quando decidimos apostar no treinador Cosano, oriundo da nossa formação, era para dar sequência ao projeto e apesar de não vencer o Girabola vai continuar por mais uma temporada”, disse.

O dirigente explicou que a equipa técnica será a mesma, pelo que deve começar a preparar já o estágio de pré-época a ser efetuado no exterior, com prioridade para África.

Toni Cosano rendeu no cargo, em Março, o hispano-brasileiro Beto Bianchi, com quem a direcção “ tricolor” rescindiu contrato depois da eliminação da equipa na Taça da Confederação Africana.

Tomás Faria referiu que o estágio de pré-época poderá ser na África do Sul ou num dos países do “magrebe”, mas que a prioridade irá recair para aquele onde terá a possibilidade de efetuar jogos particulares com equipas de topo, que participam regularmente nas afrotaças.

Ao serviço do Petro, Tony Cosano efetuou doze jogos no campeonato nacional, dos quais obteve oito vitórias, três empates e uma derrota, enquanto na Taça de Angola realizou três jogos, com duas vitórias e uma derrota.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.