Depois da suspensão da greve que durou cerca de um mês, o Atlético Sport Aviação (ASA) venceu, na capital do país, o Bravos do Maquis, por 2-1, no jogo da 17ª jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2018/19).

Os aviadores não compareceram no arranque da segunda volta (quarta-feira), 16ª jornada, no reduto do Sagrada Esperança, devido aos problemas financeiros que o clube vive, perdendo por falta de comparência.

Na partida deste sábado, disputada no Estádio dos Coqueiros, a equipa do "aeroporto" entrou com sede de golo e, aos 20 minutos, Amarildo inaugurou o marcador (1-0), numa jogada de bola parada em que Fofo foi travado por um opositor.

A equipa de Zeca Amaral, aflita com a desvantagem, respondeu com um remate ao poste protagonizado por Kiloy, aos 28 minutos, mas Feliciano, o guarda-redes do ASA, recuperou a bola e evitou o pior na sua baliza.

Os comandos de José Diniz, que procuram convencer os patrocinadores, viram, aos 34 minutos, e numa distracção da defesa adversária, Lukeba ampliar o resultado para 2-0, que levou as duas equipas aos intervalo.

No reatamento, Zeca Amaral foi procurar soluções no banco de suplentes. Djamini e Reginó saíram e entraram para os seus lugares Gé e Beiby, que deram outra dinâmica à equipa que reduziu a desvantagem por Chico aos 78 minutos (1-2).

O ASA andava a busca do golo da tranquilidade, mas mesmo com as entradas de Vado, Vitoriano e Pataka o resultado não se alterou.

Na próxima jornada (18º), o ASA, que está na 11ª posição, com 18 pontos, vai defrontar o 1º de Agosto, no 11 de Novembro. Já os Bravos do Maquis recebe o Santa Rita de Cássia FC.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.