Luka Modric foi coroado, esta segunda-feira, como o vencedor da Bola de Ouro, prémio que é atribuído pela France Football. Em entrevista à publicação francesa, o internacional croata não esqueceu Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, dois jogadores "de outro nível".

"Para a história ficará que um jogador, representante de um país pequeno, ganhou a Bola de Ouro depois de Cristiano e Messi, que são jogadores de outro nível. Ninguém tem o direito de se comparar a eles.  São os melhores da história deste  desporto. Surgir na lista de vencedores a seguir aos dois é incrível. Não acredito nem por um segundo que isto tinha acabado para eles", refere Modric.

O médio croata disse ainda estar “feliz que alguém normal possa ganhar a Bola de Ouro”, e revelou como Zinedine Zidane, com quem trabalhou no Real Madrid durante as três últimas temporadas, o ajudou na conquista do galardão.

“Quando chegou a treinador do Real Madrid, em janeiro de 2016, chamou-me um dia ao escritório dele, depois de um treino. Explicou-me como me via enquanto jogador e o que esperava de mim. Disse-me que era um jogador muito importante, e, sobretudo, que me via como um jogador que, no futuro, podia ganhar a Bola de Ouro. Quando alguém como Zidane, com a sua personalidade e história, te diz isto, sobe-te o moral”, contou.

Modric é o primeiro croata a vencer a Bola de Ouro, destronando a dinastia 'bicéfala' de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi que durava há mais de uma década, depois de em setembro ter vencido o prémio de 'The Best '.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.