Em declarações oficiais aos meios de comunicação do Shakhtar, Luís Castro falou nos novos métodos que quer implementar no clube..

"Sei bem que tipo de futebol é que o Shakhtar gosta. O presidente gosta de um tipo de futebol e fala disso com emoção. Ele quer ver o Shakhtar mais forte, a jogar futebol de ataque. Eu partilho a mesma visão. Vamos trabalhar muito para agradar aos adeptos", comentou o técnico, recordando ainda a experiência nos dragões com o agora treinador da Roma.

"Quando recebi a oferta do Shakhtar, só estive focado neste clube. Já o sigo há algum tempo, porque o treinador português Paulo Fonseca trabalhou aqui e os nossos caminhos já se tinham cruzado no FC Porto. É um dos melhores do nosso país", atirou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.