O treinador e antigo futebolista chinês Li Tie, de 42 anos, vai substituir o italiano Marcelo Lippi no comando técnico da seleção de futebol do seu país, anunciou esta quinta-feira fonte oficial.

“Acreditamos que sob o seu comando a seleção vai trabalhar duro e preparar-se da melhor forma para conseguir os seus objetivos”, refere a Federação de Futebol da China (CFA), em comunicado.

Li Tie, que foi um dos melhores futebolistas do seu país, assumiu o cargo de selecionador interino em novembro, depois da demissão de Marcelo Lippi, na sequência da derrota com a Síria (2-1), que comprometeu as possibilidades de qualificação para o Mundial2022.

Como treinador, Li Tie passou pelo Hebei China e pelo Guangzhou Evergrande.

Enquanto jogador, somou 92 internacionalizações, representou vários clubes na China e passou pelos ingleses do Everton e do Sheffield United.

A China ocupa o segundo lugar do grupo A da zona asiática de apuramento para o Mundial2022, em igualdade pontual (sete) com as Filipinas, e com mais um ponto do que as Maldivas, que são quartas.

Com quatro jornadas por disputar, o grupo, no qual Guam ainda não pontuou, é liderado pela Síria, que soma 15 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.