Quem é Jordy Monroy? Provavelmente o nome não lhe dirá nada. Tem 23 anos e é lateral direito do Boyacá Chicó, da segunda divisão colombiana.

Foi em março de 2018 que Jordy foi convidado para fazer parte da seleção da Arménia.  Acabou por fazer a sua estreia em abril de 2018 num encontro amigável frente à Moldávia.

Um mês mais tarde em maio, em novo encontro de caráter particular, o jogador voltou a ser opção, no amigável frente à seleção maltesa, de que resultou um empate a uma bola.

12 jogos depois, o defesa pode finalmente estrear-se em jogos oficiais no encontro da qualificação para o Euro frente ao Liechtenstein.

A história

"Jordão" como é conhecido vai concretizar o sonho de muitos sul-americanos: jogar na Europa. Essa oportunidade acabou por surgir pela via menos óbvia.  Monroy é filho de Lucelia Ararat, uma cidadã com nacionalidade arménia. Acabou descoberto por dirigentes locais e chamado à seleção da Arménia.

É uma história absolutamente fascinante.  Em 2015, Jordy Monroy inicia a carreira pela equipa da sua cidade Natal, o Independiente de Santa Fé e logo no primeiro ano como profissional venceu a Copa Sul-Americana. Não jogou a competição, mas participou no campeonato local. Com a saída de Gerardo Pelusso do comando técnico da equipa, o jogador perdeu protagonismo.

Dispensado do Independiente de Santa Fé, "Jordão" teve que ganhar a vida como motorista de Uber na sua cidade.

Acabou por ter uma oportunidade no Boyacá Chicó, clube de uma divisão secundária da Colômbia.

Agora vai jogar com os grandes. Terá como colega de equipa um craque como Henrikh Mkhitaryan e, se tudo correr bem, vai defrontar  a Itália brevemente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.