O Jeonbuk, de José Morais, reforçou hoje a liderança na Liga sul-coreana de futebol, ao vencer por 2-0 no terreno do também candidato Ulsan, num jogo em que Paulo Bento esteve nas bancadas.

Em casa do seu maior rival, com o qual discutiu o título até à última jornada na anterior época, a equipa de José Morais tomou conta do jogo depois de o Ulsan ficar reduzido a 10 jogadores ainda antes da meia hora.

Uma entrada imprudente de sola à perna do adversário levou o árbitro a expulsar Kim Ki-Hee, com a ‘ajuda’ do videoárbitro, enquanto no Jeonbuk Murilo entrou para o lugar do lesionado Kim Bo-Kyung.

Apesar de perder, por lesão, um dos seus melhores jogadores, a situação fez crescer o campeão, que perto do intervalo se colocou em vantagem, com golo de Han Kyo-Won (45 minutos), após uma primeira parte de clara supremacia.

Mesmo com menos um, na segunda metade o Ulsan conseguiu ter mais bola e na parte final ameaçou várias vezes o golo, aos 82 minutos com uma dupla oportunidade, e aos 90+2, mas com grande desgaste no rival, seria o Jeonbuk a fazer o segundo, já nos instantes finais dos descontos (90+6), pelo japonês Kunimoto.

A vitória reforçou a liderança do campeão sul-coreano, que passa a ter 24 pontos em nove jornadas, mais quatro do que o Ulsan, após um jogo em que o selecionador da Coreia do Sul, o português Paulo Bento, foi espetador.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.