O antigo futebolista iraquiano Ahmed Radhi, que marcou o único golo do país numa fase final de um Campeonato do Mundo, morreu hoje devido a complicações causadas pelo novo coronavírus, anunciou o Ministério da Saúde do Iraque.

Ahmed Radhi, de 56 anos, foi hospitalizado em Bagdad há cerca de uma semana, depois de ter testado positivo à covid-19. Ainda chegou a ter alta, mas poucas horas depois voltou a ser internado.

O antigo jogador apontou o único golo do Iraque numa fase final de um Campeonato do Mundo, numa partida frente à Bélgica, no México1986, que a equipa iraquiana perdeu por 2-1.

Ahmed Radhi esteve também nas vitórias que o Iraque conquistou na Taça do Golfo, em 1984 e 1988, ano em que foi considerado o melhor futebolista asiático.

O Iraque regista, até ao momento, quase 30 mil casos de infeção e já ultrapassou a barreira dos mil mortos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 461 mil mortos e infetou mais de 8,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.