A Federação belga de futebol (URBSFA) disse hoje estar prestes a encontrar com a UEFA uma “solução construtiva” em relação ao fim do campeonato devido à pandemia da COVID-19, anunciou o organismo.

A reação da Federação surge poucos dias depois de a Liga belga anunciar que irá propor o fim do campeonato com a classificação atual (que dará o título ao Club Brugge), e a UEFA dizer que é "prematuro e injustificado" terminar campeonatos.

O presidente da URBSFA disse ter falado com o presidente da UEFA, o esloveno Aleksander Ceferin, e, sem explicar em que termos poderá existir um acordo, adiantou que a Federação belga apresentará ao comité executivo as suas recomendações “para parar o campeonato”.

Na sexta-feira, a UEFA não só disse ser prematuro e injustificado terminar campeonatos, como admitiu interditar às provas europeias (Liga dos Campeões e Liga Europa) às equipas cujos campeonatos não sejam concluídos.

Uma ‘ameaça’ feita um dia depois de a Bélgica querer levar a paragem do seu campeonato à assembleia geral de 15 de abril, o que deveria ser apenas uma formalidade para a ratificação daquela opção.

A Federação belga quer evitar uma possível exclusão das provas europeias da temporada de 2020/21 e, antes dessa assembleia, irá apresentar os seus argumentos ao organismo do futebol europeu, manifestando o seu apoio para sair desta crise “de forma solidária”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 59 mil.

Dos casos de infeção, mais de 211 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com cerca de mais de 603 mil infetados e mais de 43 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, 14.681 óbitos em 119.827 casos confirmados até hoje.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.