O antigo guarda-redes Rustu Recber, recordista de internacionalizações pela seleção turca de futebol, foi hospitalizado no sábado por estar infetado com o novo coronavírus, revelou hoje a sua mulher.

“Rustu está no hospital e foi diagnosticado com covid-19. Estamos em choque. Os sintomas desenvolveram-se muito rapidamente. Estes são tempos críticos e difíceis”, escreveu Isil Recber na sua página da rede social Instagram.

A mulher do antigo guarda-redes acrescentou que tanto ela como os dois filhos do casal não estão infetados.

Atualmente com 46 anos, Rustu Recber fez 120 jogos pela Turquia e representou clubes com o Fenerbache e o Besiktas. Em 2003/04, teve uma breve passagem pelo FC Barcelona, mas só fez sete jogos pelo emblema catalão.

Rustu é a segunda figura do futebol turco a estar infetado, depois do treinador e ex-selecionador Fatih Terim.

De acordo com os últimos dados, a Turquia registou 7.402 casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus e 108 perderam a vida.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 667 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 31.000. Dos casos de infeção, pelo menos 134.700 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia. Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 119 mortes e 5.962 casos de infeções confirmadas. Dos infetados, 486 estão internados, 138 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.