Em entrevista ao jornal holandês 'De Telegraaf', Bruno Varela, guardião que está emprestado pelo Benfica ao Ajax, abordou a infância difícil.

"A minha infância não foi fácil, assim como as dos meus irmãos, porque os meus pais eram pobres. A minha mãe fazia limpezas e o meu pai trabalhava nas obras mas colocavam comida na mesa todos os dias. É por isso que os amo e respeito tanto. Não havia dinheiro para Playstation ou computador  e passávamos a maior parte do tempo na rua, isto depois da escola. A bola era a minha melhor amiga", recorda Varela.

Sobre a situação porque passou no Benfica, o guardião frisou que preferiu sair para o Ajax do que ser o terceiro guarda-redes dos 'encarnados'.

"Estava numa situação difícil no Benfica e de titular passei a terceiro guarda-redes. Como luta por muitas coisas preferi sair do que ficar".

Bruno Varela diz ainda que não tem qualquer problema pelo facto de ser o substituto de Onana.

"Sou o substituto do Onana e não há nenhum problema com isso. O plano era competir com ele por um lugar", disse.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.