O Barcelona corre sérios riscos de não estar no primeiro Super Mundial de Clubes em 2021, prova que deverá ser aprovado pela FIFA esta quinta-feira.

A imprensa espanhola escreve que, até este momento, os catalãs não reúnem os requisitos para estar na prova que irá substituir o atual Mundial de Clubes. Segundo o regulamento, que deverá ser aprovado pela FIFA esta quinta-feira, a UEFA terá direito a oito equipas no Super Mundial de Clubes: serão os vencedores das últimas quatro edições das duas provas continentais, Liga Europa e Liga dos Campeões.

Ora os 'blaugrana' não venceram qualquer prova da UEFA nos últimos quatro anos, pelo que terão de vencer, pelo menos, uma das duas próximas edições da Liga dos Campeões ou Liga Europa. Mas mesmo que não vença nenhuma das provas da UEFA esta época ou na próxima, a equipa espanhola poderá estar na nova prova da FIFA através do ranking continental, que será o critério a adoptar caso haja uma equipa que vença as duas provas da UEFA ou uma delas por duas vezes nos últimos quatro anos.

Apenas os critérios desportivos servirão para marcar presença na nova prova de clubes da FIFA. O organismo que rege o futebol mundial chegou a colocar a hipótese de convidar alguns clubes mas isso poderia causar problemas já que quem ficasse de fora iria sempre contestar os critérios.

O Super Mundial de Clubes em 2022 irá decorrer entre 17 de junho e 4 de julho de 2021 e terá o concurso 24 clubes: oito equipas europeias, seis sul-americanas e as restantes divididas pelos restantes continentes. A FIFA permitirá a cada confederação continental definir os critérios de classificação para a nova prova de Clubes.

Esta nova prova será realizada de quatro em quadro anos e irá ocupar o lugar da Taça das Confederações, que será extinta do calendário internacional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.