O AEK Atenas goleou hoje o Aris por 4-1, com quatro dos cinco golos a serem marcados por futebolistas portugueses, enquanto o Olympiacos, recém-consagrado campeão grego, empatou sem golos com o Panathinaikos, na 32.ª jornada do campeonato.

Depois do empate a dois golos do PAOK, treinado pelo português Abel Ferreira, no sábado, em casa do OFI Creta, o AEK soube hoje aproveitar o deslize do rival para bater o Aris, em Salónica, e subir ao segundo lugar isolado.

Os jogadores portugueses tiveram influência decisiva no desfecho da partida, com dois golos de Nelson Oliveira e um de André Simões, para o AEK, e outro de Bruno Gama, que marcou o único golo do Aris.

Nelson Oliveira abriu as ‘hostilidades' aos 24 minutos, pondo o AEK na frente do marcador, mas o Aris respondeu com o empate cinco minutos depois, aos 29, por Bruno Gama, resultado com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, o AEK foi dominador e Nelson Oliveira ‘bisou', aos 52 minutos, e, aos 62, foi a vez de André Simões fazer o terceiro golo e acabar com qualquer reação do adversário, que ainda sofreu mais um golo, aos 84, pelo polaco Damian Szymanski.

O AEK iniciou a partida com quatro portugueses no ‘onze’, Hélder Lopes, Paulinho, além de Nelson Oliveira e André Simões, estes dois substituídos aos 73 e 81 minutos pelo argentino Sérgio Araújo e pelo bósnio Anel Sabanadzovic, enquanto o Aris Salonica contou com Bruno Gama como titular.

O Olympiacos, treinado pelo português Pedro Martins, não foi além de um ‘nulo’ em Atenas, frente ao Panathinaikos, mas desperdiçou um penálti, pelo internacional francês Matthieu Valbuena, mesmo em cima do intervalo, aos 45+5 minutos.

No ‘onze’ do Olympiacos entraram dois jogadores portugueses, José Sá e Rúben Semedo, habituais titulares, que jogaram durante 90 minutos, e no banco de suplentes sentou-se o compatriota Cafú, que não chegou a ser utilizado por Pedro Martins.

Com os resultados de hoje da 32.ª jornada, o Olympiacos, já campeão, segue na liderança, com 82 pontos, seguido do AEK Atenas, com 62, do PAOK Salonica, com 60, e do Panathinaikos, com 51.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.