Robert Moreno, novo treinador do Mónaco, falou pela primeira em conferência de imprensa desde que assumiu funções no clube francês, na sequência da demissão de Leonardo Jardim.

O técnico foi questionado pelos jornalistas sobre a polémica com Luis Enrique, que regressou recentemente ao comando técnico da seleção de Espanha, e garantiu que o assunto está encerrado.

"Estive nove anos ao lado dele. Só tenho palavras de agradecimento. Para mim já é passado. Há 28 anos que sou treinador. Aos 25 anos obtive a licença da UEFA Pro e o meu sonho foi sempre ser treinador. Simplesmente agradeço-lhe pelo passado e seguimos em frente", frisou Moreno.

O treinador espanhol não escondeu a satisfação pela mudança para o Principado. "Agradeço ao Mónaco o esforço que fez por mim. É uma honra estar na Ligue 1 e num clube como este", admitiu.

"Setores a reforçar? Não irei dizê-lo em público, até porque seria uma falta de respeito para com os meus jogadores. O Mónaco, como grande equipa que é, tem de estar sempre atento ao mercado e encontrar bons jogadores. Mas não vou dizer aqui que posições temos de reforçar, não vou fazê-lo em público", vincou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.