Francisco Neto comentou o empate da seleção nacional feminina frente à Finlândia.

"É um sentimento estranho. Fomos claramente superiores. Fomos a melhor equipa em campo, que mais dominou, mais procurou ter bola, que melhores oportunidades criou. Nunca é fácil sofrer um golo aos 90 minutos. Estou feliz pelo que as jogadoras conseguiram, pelo seu caráter. Mesmo depois do golo sofrido, voltámos a crescer e a ir para a área delas. É preciso valorizar isso. Infelizmente, não saímos daqui com o resultado que queríamos, mas produzimos o suficiente para conseguir os três pontos".

Crença no apuramento

"(...) É um sinal amargo, porque não há dois jogos iguais. Na Finlândia, que é o próximo jogo, iremos lutar mais uma vez pelos três pontos. A equipa sente que tem capacidade e organização suficiente para jogar com estas equipas. Mas a história será diferente. Vamos fazer tudo para vencer os dois próximos jogos, na Finlândia e na Escócia, em abril".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.