Terminada mais uma jornada de apuramento para o Campeonato da Europa de 2020, é altura de fazer um ponto da situação e ver como estão as contas de cada grupo. Portugal, recorde-se, ocupa o segundo posto do Grupo B, embora com menos um jogo que os seus adversários.

De referir que passam à fase final (terá 24 seleções) os dois primeiros classificados de cada grupo, sendo que as últimas quatro vagas serão definidas através de um play-off', em março de 2020, reservado às 16 seleções vencedoras dos quatro grupos integram cada 'divisão' da Liga das Nações.

Grupo A

Classificação:

Inglaterra, 12 pontos
República Checa, 9
Kosovo, 8
Montenegro, 2
Bulgária, 2

A seleção inglesa está muito perto de garantir a qualificaçãoo, com um pleno de vitórias em quatro jogos, e menos uma partida por disputar em relação aos adversários. República Checa e Kosovo lutam pelo segundo lugar, sendo que as duas seleções ainda têm uma deslocação a Inglaterra, vão defrontar-se na penúltima jornada, e ainda têm encontro marcado com um dos possíveis eliminados, Montenegro e Bulgária.

Grupo B

Classificação:

Ucrânia, 13 pontos
Portugal, 8
Sérvia, 7
Luxemburgo, 4
Lituânia, 1

A Ucrânia está quase apurada. Aliás, em caso de vitória no próximo jogo, na Lituânia, garantirá matematicamente a qualificação. Portugal encontra-se bem posicionado, com um jogo a menos, e se não falhar nos dois duelos com Luxemburgo e na receção à Lituânia, conseguirá o apuramento direto. A Sérvia ocupa o terceiro posto e tem a vida difícil. Luxemburgo e Lituânia estão praticamente eliminados, se bem que o primeiro ainda pode esperar pela classificação do Kosovo para disputar o 'play-off'.

Grupo C

Classificação:

Alemanha, 12
Irlanda do Norte, 12
Holanda, 9
Bielorrússia, 3
Estónia, 0

Apesar de estar em segundo lugar, com os mesmos pontos que a Alemanha, a Irlanda do Norte precisa de se superiorizar nos duelos diretos que se avizinham contra a formação germânica, em Frankfurt, e contra a Holanda, em casa e fora. A Holanda tem a seu favor o facto de ter menos um jogo. Já a Bielorrússia está apurada para o play-off da Liga das Nações, ao contrário da Estónia, cujas hipóteses de ser repescada são praticamente nulas.

Grupo D

Classificação:

Irlanda, 11
Dinamarca, 9
Suíça, 8
Geórgia, 4
Gibraltar, 0

O apuramento direto será disputado entre a República da Irlanda, Dinamarca e Suíça (menos um jogo), que ainda vão medir forças entre si. A Geórgia está quase eliminada por esta via, mas tem o 'play-off' assegurado, com Macedónia, Kosovo, Bielorrússia ou Luxemburgo como possíveis rivais. Gibraltar está quase eliminado, até no 'play-off'.

Grupo E

Classificação:

Croácia, 10
Eslováquia, 9
Hungria, 9
País de Gales, 6
Azerbaijão, 1

Este é o grupo mais equilibrado, dada a proximidade dos quatro primeiros classificados - todos têm hipóteses de apuramento. A Croácia perdeu uma oportunidade de se distanciar na liderança após o empate no Azerbaijão, e todos os duelos que ainda tem pela frente são contra adversários diretos. O País de Gales, apesar do quarto lugar, tem menos um jogo que os demais. A Eslováquia tem dois jogos em casa contra os dois piores classificados. Quanto ao Azerbaijão, tem a situação complicada até para o 'play-off'.

Grupo F

Classificação:

Espanha, 18
Suécia, 11
Roménia, 10
Noruega, 9
Malta, 3
Ilhas Faroé, 0

Chegámos aos grupos com seis seleções. A Espanha está a quatro pontos de garantir o apuramento para o Europeu, chegando-lhe uma vitória na receção a Malta e mais um empate. Suécia, Roménia e Noruega estão bastante próximas na luta pelo segundo lugar, sendo que a última pode beneficiar do facto de ainda ter pela frente duelos contra Malta e Ilhas Faroé, que estão praticamente eliminadas.

Grupo G

Classificação:

Polónia, 13
Eslovénia, 11
Áustria, 10
Macedónia, 8
Israel, 8
Letónia, 0

Os cinco primeiros classificados têm hipóteses de passar diretamente. No caso da Macedónia, tem a desvantagem de ser a única que já disputou os dois jogos contra a Letónia (quase eliminada e com poucas hipóteses no 'play-off'). O Eslonénia-Áustria, em outubro, e o Polónia-Eslovénia, em novembro, serão dois jogos-chave.

Grupo H

Classificação:

Turquia, 15
França, 15
Islândia, 12
Albânia, 9
Moldávia, 3
Andorra, 0

Turquia, França, Islândia e Albânia estão na luta, sendo que os dois primeiros ainda vão medir forças em Saint Denis, em outubro, o que poderá provocar mudanças na tabela. Três dias antes, os gauleses têm uma deslocação difícil à Islândia. Andorra está eliminada, e sem opções de ir ao' play-off', enquanto a Moldávia precisa de vencer todos os jogos que restam para se apurar, o que se antevê praticamente impossível.

Grupo I

Classificação:

Bélgica, 18
Rússia, 15
Cazaquistão, 7
Chipre, 7
Escócia, 6
San Marino, 0

A Bélgica apura-se em caso de vitória na receção a San Marino, que já está afastado. A Rússia também se qualifica se vencer em San Marino e empatar com o Chipre. Cazaquistão e Chipre só com vários 'milagres', tendo ainda poucas hipóteses de garantir o 'play-off'. Apesar do quinto lugar, a Escócia tem assegurado um 'play-off' onde poderá defrontar Noruega, Sérvia, Finlândia, Bulgária ou Israel.

Grupo J

Classificação:

Itália, 18
Finlândia, 12
Arménia, 9
Bósnia, 7
Grécia, 5
Liechtenstein, 1

À Itália basta uma vitória sobre o Liechtenstein, em outubro, e mais um empate para garantir a qualificação. Segue-se a Finlândia, a grande surpresa do grupo, que tem a seu favor o facto de já ter disputado os dois jogos contra os italianos. Arménia e Bósnia também estão na luta, enquanto Liechtenstein e Grécia estão quase afastados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.