O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) espanhol recusou o recurso apresentado pelo Levante que pedia a suspensão da Taça do Rei, por entender que houve utilização irregular pelo Barcelona do jogador Chumi na primeira mão dos oitavos de final.

De acordo com a agência EFE, que cita informação do site iusport.com, o TAD espanhol, reunido de urgência na manhã desta quarta-feira, tomou a decisão depois de ontem ter recebido o recurso do Levante, que também viu recusada a queixa apresentada na Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), e depois no Comité de Apelação.

O clube já tinha apresentado na sexta-feira uma queixa na RFEF, por entender que houve utilização irregular pelo FC Barcelona do jogador Chumi na primeira mão dos oitavos de final da Taça do Rei, mas o organismo federativo rejeitou-a por ter sido apresentada fora de prazo.

O Levante apresentou a denúncia junto da RFEF depois de na quinta-feira o caso ter vindo a público através do jornal El Mundo, explicando que o futebolista da formação catalã estava suspenso.

O defesa foi titular e saiu aos 58 minutos no jogo da primeira mão, em 10 de janeiro, um dia depois de ter sido suspenso por acumulação de cartões amarelos ao serviço da equipa filial dos catalães.

No primeiro jogo, o Levante ganhou por 2-1 e na quinta-feira passada, quando já era conhecido o caso, o FC Barcelona venceu em casa a equipa valenciana por 3-0, virando a seu favor a eliminatória dos oitavos de final da Taça do Rei.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.