O Levante vai protestar o jogo da primeira mão dos oitavos de final da Taça do Rei de Espanha de futebol, por o FC Barcelona ter utilizado um jogador suspenso, anunciou hoje o presidente do clube, Quico Catalán.

Segundo o dirigente do Levante, que perdeu o primeiro embate por 2-1, há jurisprudência “sólida e que baliza a decisão”, sendo que o diário El Mundo explicou hoje que o caso se deve à utilização de Chumi, que estava suspenso enquanto atleta do Barcelona B.

O defesa foi titular e saiu aos 58 minutos, um dia depois de ter sido suspenso por acumulação de amarelos ao serviço da filial dos catalães, pelo que a eliminatória será protestada junto da Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

As duas equipas defrontam-se hoje na segunda mão da eliminatória, em Camp Nou, casa dos 'culés'.

“Estivemos a tarde toda a trabalhar e a estudar os factos, e tenho de reconhecer que o Levante, aconteça o que acontecer no jogo de hoje, vai participar da situação à Federação”, concluiu Catalán.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.