O FC Barcelona vai disputar os quartos de final da Taça do Rei, depois de a juíza de competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Carmen Pérez, ter rejeitado hoje a queixa apresentada pelo Levante.

De acordo com fontes federativas, a denúncia do Levante, que alegava a utilização irregular de um jogador do ‘Barça’ na primeira mão dos oitavos de final, foi recusada por ter sido apresentada fora de prazo, mas o clube já anunciou que vai recorrer para o Comité de Apelo da RFEF.

Em causa estava a utilização de Chumi no primeiro jogo, que o Levante venceu por 2-1, um dia depois de o defesa ter sido suspenso por acumulação de cartões amarelos ao serviço da equipa filial dos catalães.

A decisão da federação espanhola permitiu ao Barcelona participar no sorteio de hoje dos quartos de final, no qual ficou a saber que vai defrontar o Sevilha, o que proporcionará um confronto entre jogadores internacionais portugueses: Nelson Semedo, do lado catalão, e André Silva e Daniel Carriço nos andaluzes.

O Levante anunciou também hoje que tinha apresentado queixa contra o Barcelona, já depois de os catalães terem vencido na quinta-feira o jogo da segunda mão da competição, por 3-0.

O caso tinha sido tornado público nesse mesmo dia, com o jornal El Mundo a explicar que o futebolista da formação catalã estava suspenso, mas foi utilizado pelo treinador Ernesto Valverde no primeiro jogo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.