Neymar teve que encurtar nesta terça-feira a sua participação no treino da seleção brasileira após sentir dores no joelho, a menos de três semanas do início da Copa América.

O jogador, de 27 anos, levou a mão ao joelho depois de receber uma bolada durante o terceiro treino desde a chegada à Granja Comary, em Teresópolis, perto do Rio de Janeiro.

O atacante tentou retomar o ritmo, mas voltou a sentir dor minutos depois e deixou o campo acompanhado pelo médico da equipa, Rodrigo Lasmar.

A CBF indicou no fim da tarde que o craque do Paris Saint-Germain "sentiu um desconforto no joelho esquerdo" e que "já iniciou o tratamento e está em observação".

A temporada de Neymar já tinha sido abalada por uma lesão no pé direito que o manteve afastado dos campos durante três meses.

O brasileiro voltou a jogar em abril e disputou cinco partidas com a equipa parisiense e poderia até ter disputado outras duas, mas foi suspenso por ter agredido um adepto após a derrota do PSG na final da Taça de França diante do Rennes.

Este incidente custou ao jogador a braçadeira de capitão da seleção, que agora vai ficar com o veterano Daniel Alves, de 36 anos, também do PSG, conforme anunciou a CBF na segunda-feira.

O Brasil, que não vence a Copa América desde 2007, vai estrear-se no torneio no dia 14 de junho contra a Bolívia, no estádio do Morumbi, em São Paulo, em partida do Grupo A, que tem também Peru e Venezuela.

Antes da competição, a seleção brasileira tem dois particulares agendados: no dia 5 de junho em Brasília contra o Catar e no dia 9 de junho em Porto Alegre contra Honduras.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.