Os jogadores da seleção da Tanzânia, que no domingo fizeram história ao qualificarem o país para a fase final de uma CAN pela primeira vez em 40 anos, foram recompensados esta segunda-feira com terrenos.

"Em reconhecimento pelo bom trabalho realizado e pela grande honra que representou para nosso país [...], cada jogador receberá uma parcela de terreno em Dodoma (capital administrativa da Tanzânia)", anunciou esta segunda-feira o presidente tanzaniano, John Magufuli.

A Tanzânia apurou-se para a segunda Taça de África das Nações graças a sua vitória por 3-0 contra Uganda, já qualificada, no domingo na última jornada da fase de grupos. Com o resultado os tanzanianos vão disputar a competição pela primeira vez desde 1980.

A seleção da Tanzânia, comandada pelo ex-jogador da seleção nigeriana, Emmanuel Amunike, terminou em segundo lugar no Grupo L, atrás de Uganda e à frente do Lesoto e Cabo Verde, última do grupo.

"Acho que nossos jogadores podem fazer ainda melhor no Cairo conquistando o título", afirmou Magufuli.

Um pedido difícil de concretizar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.