Os treinadores Rui Alberto Leite (Mindelense) e Litos (Académica da Praia), finalistas do campeonato nacional, prometeram uma final “bem disputada entre duas grandes equipas”, que foram, a seu ver, as mais regulares da prova.

Em conferência de imprensa, hoje, na antevisão da final disputada este sábado, no Municipal do Porto Novo, os dois treinadores prometeram presentear o público “um bom espectáculo, com muito fair play, digna de uma final” da maior prova do futebol cabo-verdiano, a nível de clubes.

“É um privilégio e um orgulho para o Mindelense disputar mais uma final do campeonato nacional no Porto Novo. Esperamos um jogo bem disputado entre duas grandes equipas, com estilo de jogo diferente”, declarou Rui Alberto Leite, que espera dar à equipa sanvicentina mais um título de campeão nacional.

O treinador Lito, por seu lado, garante que os problemas enfrentados pela Académica ao logo da viagem para Santo Antão “não vão influenciar em nada aquilo que é a pretensão” da sua equipa, que é vencer, pela primeira vez no seu historial, o titulo nacional.

O vice-presidente da Federação Cabo-verdiana de futebol, Lito Semedo, referiu-se à “forma tranquila” como tem decorrido o campeonato nacional, prova que tem contado com “grande envolvimento e muito fair play” dos amantes do futebol, em todo o território nacional.

O representante da FCF disse que as condições estão reunidas para que a final do Porto Novo seja de “muita festa de muito fair play”.

O Estádio Municipal do Porto Novo, construído em 2009, e com capacidade para 2.500 espectadores, é o primeiro a receber a final desta competição no novo figurino, facto que vai ser marcado com o descerramento de uma placa antes do inicio do jogo, marcado para às 15:30.

O jogo vai ser dirigido por um trio de arbitragem da ilha do Sal, liderado por António Rodrigues, que vai ser coadjuvado pelos árbitros assistentes Djery Lopes e Edmilson Tavares.

O internacional Lenine Delgado, da região desportiva de Santo Antão – Sul, vai ser o quarto árbitro.

Nas meias-finais, o Mindelense eliminou o Palmeira (3-1, no computo dos dois jogos) e a Académica da Praia eliminou o Foguetões, graças ao triunfo (1-0) na segunda mão, na Cidade da Praia, depois de um empate sem golos, no primeiro jogo, em Santo Antão.

A Académica da Praia vai à procura do seu primeiro título nacional, enquanto o Mindelense, que no próximo ano comemora os 100 anos de vida, espera conquistar o vigésimo segundo título nacional.

Para a final do campeonato nacional, a FCF preparou um programa que está a decorrer desde esta quinta-feira, com varias actividades, sendo de destacar a realização do “espaço golo”, com animação musical, tamboreiros, “colá sonjon” e feira de produtos locais e uma homenagem aos presidentes da FCF, além de um jantar de gala.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.