O Petro de Luanda tenta, este sábado, às 19 horas, em casa do Wydad de Casablanca (Marrocos) a primeira vitória no grupo C da Liga dos Clubes Campeões africanos em futebol, em jogo da terceira jornada.

Os marroquinos, vencedores em 2017, recebem os vice-campeões angolanos, que regressam à fase de grupos 18 anos depois. Mas, após dois jogos, soma apenas um ponto.

Este registo petrolífero está muito longe da sua melhor performance, que foi as meias-finais. Na altura, foram afastados da final pelos sul-africanos do Mamelodi Sundows (5-3, aos penalties).

Este será o primeiro confronto entre os dois emblemas em provas continentais. No entanto, o Petro de Luanda já defrontou equipas da mesma origem, como Far Rabat, Moulodia e Raja Casablanca.

O duelo marcado para o estádio Mohamed V, será ajuizado pelo árbitro zambiano, Janny Sikazue, que foi suspenso pela Confederação Africana de Futebol (CAF), na sequência de suposta actuação tendenciosa no jogo da meia-final da Liga dos Clubes Campeões entre Esperance de Túnis e 1º de Agosto, disputado no dia 23 de Outubro, de 2017 no Estádio Olímpico de Radés, na Tunísia.

Os “ tricolores” vão encontrar Zoran Maki, antigo treinador do 1º de Agosto, Sagrada Esperança da Lunda Norte, Kabuscorp do Palanca e Bravos do Maquis.

Este técnico chegou às meias-finais da prova com os “rubro-negros” em 2018, percurso interrompido após o árbitro zambiano ter anulado um golo “limpo” que garantiria a final.

Zoran Maki, que lidera tecnicamente o Wydad, também ainda não venceu na prova: obteve dois empates consecutivos com Mamelodi Sundows e USM da Argélia. Ainda assim, melhor que derrota e empate dos angolanos em último lugar do grupo.

O grupo C, é liderado pelo Mamelodi Sundows da África do Sul com quatro pontos, seguido pelo USM da Argélia com dois, os mesmos que os marroquinos.

O Petro de Luanda perdeu na estreia em casa do Mamelodi da África do Sul (3-0) e seguiu-se empate caseiro com o USMA da Argélia (1-1).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.