Os Estádios da Várzea e João Serra abrem as portas esta quarta-feira para acolher os jogos da segunda eliminatória da Taça de Cabo Verde, edição 2018/19, considerada a segunda maior prova da Federação Cabo-verdiana de Futebol.

Na cidade da Praia, a Académica da Praia recebe o Sporting da Brava em jogo de acesso de uma das meias-finais, ao passo que no Municipal João Serra, em Ponta do Sol, a formação da União Desportiva Santo Crucifixo faz a recepção ao Clube Sportivo Mindelense.

Estes dois jogos estavam inicialmente previstos para a semana passada, mas a FCF decidiu adiá-los para 1º de Maio, situação que provocou uma onde de descontentamento no seio da equipa da União Desportiva do Santo Crucifixo que chegou mesmo a manifestar a sua indisponibilidade para jogar nesta nova data.

A FCF, em conferência de imprensa, justificou a sua decisão em adiar o jogo como forma de salvaguardar o interesse dos clubes, já que estas partidas envolvem todas as quatro equipas que estão simultaneamente no Campeonato e na Taça de Cabo Verde e reafirmou a sua decisão, alertando mesmo pelas consequências “nos termos estatutários” em caso de uma possível “indisponibilidade”.

De acordo com o regulamento, os vencedores destas duas partidas defrontam-se entre si com vista ao apuramento do segundo finalista, já que o Palmeiras, ao eliminar o Barreirense do Maio, na primeira eliminatória, apurou-se directamente para a final.

A final da Taça Caixa, nome por que é conhecida a Taça Cabo Verde, será disputada a 18 de Maio no Estádio Nacional, em Achada de São Filipe, na Cidade da Praia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.