O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo, sugeriu hoje a retoma das atividades futebolísticas até o dia 15 de Agosto, nas condições exigidas pelas autoridades sanitárias.

Em entrevista a RCV, Semedo garantiu que a federação irá assumir a responsabilidade financeira decorrente do protocolo sanitário, que indica a realização das competições sem aglomeração de público.

“Propomos a retoma das provas num quadro sanitário definido pelas autoridades sanitária em que a federação assume todos os encargos financeiros decorrentes do protocolo sanitário”, indicou.

Apontou ainda a possibilidade de o campeão de cada região desportiva ser escolhido de acordo com o critério de “justiça e verdade desportiva”, a ser assumida pelas associações regionais em concertação com os clubes.

“Não caberá à federação dizer o que cada associação pode fazer porque são realidades diferentes e cabe a elas analisar, juntamente com os clubes, tomar a melhor decisão”, ressalvou.

Mário Semedo lembrou, no entanto, que a época desportiva termina no dia 31 de Julho e que há um dispositivo no regulamento que permite a prorrogação da época até Setembro.

Antes do cancelamento das provas desportiva já se conheciam os campeões regionais da Boa Vista (Sporting) e de Santo Antão Norte (Santo Crucifixo).

O Governo e as federações desportivas cabo-verdianas decidiram “por unanimidade”, no dia 08 de Maio, pelo cancelamento de todas as competições desportivas, no plano nacional e internacional, referente a temporada 2019/20, como medida de segurança sanitária dos agentes desportivos, particularmente dos atletas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.