O futebolista internacional cabo-verdiano Djaniny foi considerado o melhor avançado do México na temporada 2017/18, na gala Bola de Ouro da Liga Bancomer MX, da primeira divisão mexicana de futebol.

O avançado recebeu o prémio de melhor avançado da competição depois de marcar 16 golos no campeonato e mais quatro golos na Apertura (Abertura). No total, Djaniny fez 20 golos em 37 jogos, com uma média de 0,5 golos por jogo.

Djaniny, de 27 anos, vai agora jogar no Al Ahli, da Arabia Saudita, depois de quatro anos no Santos Laguna, onde disputou 157 jogos e marcou 53 golos.

Jorge Djaniny Tavares Semedo, nascido no município de Santa Cruz (ilha de Santiago) a 21 de Março de 1991, iniciou a sua carreira no Scorpions Vermelho de Santa Cruz, em 2009, ano em que se mudou para Portugal, onde jogou durante duas épocas no Grupo Desportivo Velense, antes de ser transferido para a União de Leiria e Benfica B.

Antes de se rumar ao México, Djaniny Semedo foi emprestado pelo Benfica ao Nacional da Madeira e ao Olhanense.

No campeonato da Arábia Saudita, Djaniny vai se encontrar com o compatriota Heldon, que se transferiu do Sporting de Portugal para o Al Taawon.

O contingente dos cabo-verdianos na Ásia conta ainda com Ryan Mendes no Al Sharjad, dos Emirados Árabes Unidos e Platini no Sanate Naft Abadan, do Irão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.