O treinador do Seven Stars, Gilson Rocha, equipa que sábado se sagrou campeão de Cabo Verde, considerou que foi um jogo “difícil” e bem disputado.

No final da partida, após da vitória por 1-0, no jogo da final disputado no Estádio Marcelo Leitão, na Ilha do Sal, Gilson Rocha era um homem feliz, já que a sua equipa reconquistou o título frente à equipa que detinha o troféu nacional e que jogava em casa.

“Dominámos o jogo do princípio até ao fim, tanto na primeira como na segunda parte. Trabalhámos muito para essa vitória. As minhas atletas estão de parabéns”, salientou Gilson, sublinhando ao mesmo tempo que reconhecia a potencialidade da equipa adversária.

Por seu turno, Artur Estrela, técnico do Llana, lamentou a derrota, explicando que o resultado do jogo se deveu ao estado de ansiedade das suas atletas que, segundo ele, não tiveram uma boa prestação dentro do relvado do Marcelo Leitão.

“Fizemos um péssimo jogo. A equipa entrou ansiosa, as jogadoras estiveram apáticas, não conseguimos fazer a transição habitual… E estes fatores ditaram o resultado, muito embora o Seven tivesse estado muito bem em campo”, admitiu, parabenizando a equipa vencedora do Campeonato Nacional de Futebol Feminino 2019.

O Seven Stars destronou o Llana e conquistou o quinto título de campeão de Cabo Verde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.