O internacional cabo-verdiano Platini , jogador do Poli Iasi, da Roménia, apoiou famílias carenciadas de Dinós, zona onde nasceu, com produtos alimentares, para ajudar neste tempo da pandemia de covid-19.

Platini juntou-se à iniciativa de um grupo de emigrantes na Europa e Estados Unidos e ofereceu cesta básicas para mais de 168 famílias da comunidade , distribuídas pela associação do bairro.
Desde a Roménia, o Internacional cabo-verdiano disse à Inforpress que se trata de forma de ajudar e estar perto dos seus “vizinhos” , nesta hora em que a solidariedade das pessoas é “muito importante.

No passado mês de Dezembro (2019), juntamente com o colega da selecção nacional Stopira, numa iniciativa que envolveu artistas, organizou um torneio de solidariedade que arrecadou prendas para crianças carenciadas do bairro de Achada Santo António.

Platini, que tem a sua marca registada como o autor do primeiro golo de sempre de Cabo Verde numa fase final do CAN, já conta com 23 internacionalizações e também esteve presente em duas fases finais da maior prova a nível do continente africano.

Cabo Verde conta 90 casos da covid-19, distribuídos pelas ilhas da Boa Vista (54), de Santiago (35), e de São Vicente (1). Um destes casos, um turista inglês de 62 anos – o primeiro diagnosticado com a doença no país, em 19 de Março -, acabou por morrer na Boa Vista, enquanto outro dos doentes já foi dado como recuperado.

Desde 18 de Abril que está em vigor um segundo período de estado de emergência, mantendo-se suspensas as ligações inter-ilhas e a obrigação geral de confinamento, além da proibição de voos internacionais.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 200 mil mortos e infectou mais de 2,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.