A representação do Serahanasports, mentora da Copa “África Youth”, encontra-se em Cabo Verde para preparar a segunda edição desta prova internacional de formação, evento que já tem assegurada a presença do Flamengo (Brasil) e do Marítimo (Portugal).

Depois do sucesso da edição anterior, segundo a organização, os “managers” desdobram-se em contactos no arquipélago com autoridades governamentais, gestão do Estádio Nacional, Federação Cabo-verdiana de Futebol, instituições financeiras e empresas para a materialização da segunda edição.

A organização acredita que os preparativos para a segunda edição desta prova, marcada para 2020, na Cidade da Praia, estão em bom ritmo, já que, assim como o Flamengo do Brasil, uma equipa de referência a nível mundial, o Marítimo (Madeira, Portugal) já celebrou acordos para participar no próximo torneio, previsto para Verão do próximo ano.

De Portugal acredita-se o SL Benfica voltará a estar presença na prova, já que o presidente do Clube da Luz, Luís Filipe Vieira, na sua recente passagem a Cabo Verde, garantiu a continuidade de uma a equipa de formação encarnada nesta prova.

Os campeões da Costa do Marfim, da academia Volcan Junior e da academia de futebol Deportivo também já confirmaram a presença, num momento que o vice-campeão da Nigéria, a Academia de Futebol Pawas, e várias outras academias têm demonstrado grande interesse na edição de 2020.

A organização espera contar com mais equipas da Nigéria, uma vez que a ligação está facilitada, com a abertura do voo directo da Nigéria para Cabo Verde.

Do Gana, o novo participante responde por Finic Academy of Finic Sports Development, ao passo que a Zâmbia, vai estar representada pela Lusaka Youth Soccer Academy.

Equipas dos EUA, da Holanda, da Colômbia e dos Camarões, também demonstraram interesse em participar na prova prevista para 2020.

O jornal nigeriano News Tap, escreve que “evidências de grandes progressos alcançados com o sucesso da edição de 2019 foram observadas pelo facto de todas as equipes voltarem novamente numa prova” que envolveu a escola de futebol de Seixal (Benfica) e das melhores academias de África.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.