Com o regresso da Bundesliga, mesmo em período de pandemia de COVID-19, os jogadores têm recorrido a vários métodos para manter as regras de distanciamento impostas, e um deles foi Thomas Muller, que surpreendeu, este domingo, pela forma como se adaptou à nova realidade.

Durante o encontro entre o Bayern e o Union Berlin, o avançado do emblema de Munique foi substituído aos 89 minutos e, quando se aproximava do banco, o treinador Hans-Dieter Flick 'esticou-lhe' o cotovelo para cumprimentá-lo, mas o jogador optou por lhe dar um toque com o pé.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.