O Bayer Leverkusen venceu hoje em casa do Werder Bremen, por 4-1, no encerramento da 26.ª jornada da Liga alemã de futebol, e aproximou-se do quarto lugar, último de acesso à Liga dos Campeões.

Com as bancadas vazias, que marcam este retorno da Bundesliga em tempos de covid-19, dois golos do ‘capitão' de 20 anos do Bayer, Kai Havertz, aos 28 e 33 minutos, e tentos na segunda parte de Weiser (61) e Demirbay (78) construíram o triunfo da formação de Peter Bosz.

Com este resultado, o Leverkusen chega aos 50 pontos, ficando a um do quarto classificado Leipzig, que empatou no sábado com o Friburgo (1-1), e a oito pontos do líder Bayern Munique, a nove jornadas do final.

Quanto ao Werder Bremen, que ainda ‘anulou' um primeiro tento de Havertz aos 30, por Gebre Selassie, dificultou a missão de escapar à despromoção, seguindo no 17.º e penúltimo lugar, com 18 pontos, a cinco do Fortuna Düsseldorf, em lugar de play-off' de descida, e a nove do Mainz, que é 15.º e o primeiro emblema a ‘salvo’.

O jogo fica marcado pela titularidade de Florian Wirtz no Leverkusen, uma vez que, aos 17 anos e 15 dias, se tornou no mais jovem jogador do clube no campeonato, e o terceiro mais jovem de sempre da Bundesliga, numa partida em que Nuri Sahin, o detentor do recorde, não saiu do banco do Werder Bremen.

Havertz marcou a primeira parte, ao marcar de cabeça por duas vezes em cinco minutos, primeiro a cruzamento de Diaby e depois após livre de Demirbay, com um golo de calcanhar de Selassie pelo meio.

No segundo tempo, Diaby voltou a assistir, desta feita Weiser, antes de Demirbay fechar o resultado a passe de Bellarabi, ao ‘picar' a bola por cima de Pavlenka.

A Liga alemã arrancou este fim de semana com a possibilidade de se realizarem cinco substituições em cada jogo devido à longa paragem que os jogadores enfrentaram e sem a obrigatoriedade de máscara para os treinadores.

Devido à pandemia de covid-19, alguns campeonatos de futebol, como França, Países Baixos e Bélgica, foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição com fortes restrições, como sucede com Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.