O Eintracht Frankfurt perdeu, este sábado, com o Borussia M'gladbach por 3-1, em jogo da 26.ª jornada do campeonato alemão no dia em que a prova de futebol foi retomada.

O internacional português André Silva começou a partida no banco de suplentes, num desafio que começou muito mal para a formação de Frankfurt.

Aos 7 minutos, o Borussia M'gladbach já se encontrava a vencer por 0-2, graças aos golos de Alassane Plea (1') e Marcus Thuram, desvantagem que levou o treinador Adi Hütter a promover alterações na formação  durante a segunda parte, entrando aí o ex-FC Porto.

André Silva foi chamado a subir ao relvado e acabou mesmo por fazer a diferença ao marcar, aos 81 minutos, o único golo do Eintracht, num período em que a equipa já perdia por 0-3.

O Leipzig saiu com um empate na ronda, num jogo em que o Friburgo marcou por Manuel Gulde, aos 34 minutos, Poulsen ainda empatou aos 77, e no qual os visitantes ainda tiveram um lance invalidado, já nos descontos, por fora de jogo.

O regresso foi de ‘festa’ para outros visitantes, no caso o Wolfsburgo e o Hertha Berlim, que venceram nas visitas ao Augsburgo (2-1) e Hoffenheim (3-0), respetivamente, enquanto Fortuna Dusseldorf e Paderborn terminaram empatados sem golos.

A Liga arrancou com a possibilidade de se realizarem cinco substituições em cada jogo - utilizada hoje pelo Schalke, Paderborn e Hertha Berlim -, devido à longa paragem que os jogadores enfrentaram, e sem a obrigatoriedade de máscara para os treinadores.

Devido à pandemia de covid-19, alguns campeonatos de futebol, como França, Países Baixos e Bélgica, foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição com fortes restrições, como sucede com Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho.

O futebol na Alemanha tem sido encarado como um ‘balão de ensaio’ na retoma das competições e quando a pandemia do novo coronavírus ainda atinge países por todo o mundo.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 307 mil mortos e infetou mais de 4,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,6 milhões de doentes foram considerados curados.

*artigo atualizado às 20h20 com mais informações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.