Paulo César Carpegiani, ex-jogador e ex-treinador do Flamengo, criticou duramente a direção do emblema carioca e também Jorge Jesus, atual técnico dos rubro-negros, pela forma como estes se comportaram enquanto Abel Braga ainda comandava a equipa.

"Não concordo com uma atitude que ele teve num jogo entre o Atlético Mineiro e o Flamengo para o Brasileirão, quando ele estava em Minas Gerais a assistir e toda a imprensa disse que ele foi ver o Atlético Mineiro… Mas na realidade ficou comprovado, mais tarde, através da sua contratação, que ele já estava a ser contactado e veio ao Brasil para ver o jogo do Flamengo", disse Carpegiani, em entrevista à Rádio 730, de Goiânia.

"A direção errou… Na minha opinião, isto só revela falta de carácter", acusou, apontando também o dedo ao treinador português:

"O Abel [Braga] saiu nessa circunstância muito sentido, muito magoado com o Flamengo por esse tipo de atitudes. Isso não se faz! A direção e principalmente um profissional da capacidade e da condição de um Jesus, que está à frente de um grande clube, um clube campeão mundial, um clube de grande tradição, com grande torcida… A sua atitude não me satisfaz. Essa atitude foi errada! Problema de caráter", disse ainda a lenda do Flamengo.

No entanto, Carpegiani deu a mão à palmatória quando foi questionado sobre o trabalho de Jorge Jesus no emblema carioca.

"Acho que ele faz um enorme sucesso pela sua sabedoria e inteligência. Ele está a ter muito mérito no Flamengo, que é um belo clube, com grandes contratações. Ele está a fazer um belíssimo trabalho", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.